• Felizes Para Sempre capa

Livro: Felizes Para Sempre (pdf)

autor:

0
28 avaliações

Bem-vindo à melhor rede social de livros do Brasil (modéstia a parte. ;)! Tudo aqui gira ao redor da literatura, seja ela nacional ou estrangeira. Livros, livros e mais livros, nada mais importa. Tudo sobre seus autores favoritos e resenhas dos livros que você deseja ler. Perfeito para decidir qual será seu próximo livro, ou saber o que outras pessoas estão pensando sobre o livro que você já leu. Crie sua biblioteca e aproveite, o site é seu!

Nas bibliotecas (257)



+ ver todos
  • classificou 0
    + biblioteca de Gislene

    amei todos os livros




  • classificou 0
    + biblioteca de Milena

    O Príncipe

    Nesse conto, consegui saber mais sobre o passado de Maxon um pouco antes da Seleção começar. Acredita que havia outra garota na vida dele, antes das participantes? Pois é, o nome dela era Daphne. Sim, a mesma garota que foi citada em A Escolha e que provocou um certo ciúmes em America.
    A história começa apenas algumas semanas antes da Seleção começar, e tudo o que aconteceu até as trinta e cinco garotas chegarem. Também pude ter um gostinho de como foi alguns diálogos com ele e America, só que no ponto de vista dele, o que foi muito interessante. Dei cinco estrelas e favoritei porque, mesmo sendo um conto super curtinho, pude saber mais sobre os anseios de Maxon para agradar seu pai, sua mãe e o resto do país e, ao mesmo tempo, agradar a si mesmo. Fico muito feliz por ter escolhido ele como meu personagem preferido.

    O Guarda

    Eu sempre fui #TeamMaxon, mas isso nunca significou que eu não gosto de Aspen, acho que cheguei a gostar mais dele do que da America, pelo menos até A Escolha, rs. Eu realmente considerava Aspen uma pessoa nobre, tão nobre quanto qualquer outro personagem no livro, mas o que me incomodava sempre era suas atitudes contra Maxon. Eu sei que ele estava lutando para ficar com America e estava super em desvantagem porque era apenas um guarda, mas não acho que isso justificava ficar enchendo a boca para julgar Maxon na primeira oportunidade que surgisse. Tudo o que ele sabia sobre o príncipe não era muito mais do que todo mundo sabia e, ainda assim, ele sempre resolvia falar de Maxon para America como se conhecesse os seus piores segredos. Pelo menos, em nenhum momento Aspen inventou alguma história para fazer seu lado, acho que isso acabaria com a minha simpatia por ele na hora.
    Para conseguir falar sobre as coisas boas de Aspen, preciso esquecer um pouco da America. Nunca achei que os dois combinassem, e por isso demorei muito para entender que não era implicância por nenhum dos dois, mas sim o fato de que os dois simplesmente não faziam sentido pra mim. Mas Aspen, de fato, sempre foi um personagem querido. Ele, além de cuidar de sua própria família, também cuidava da de America e da de outro soldado muito importante na série, mas que é mais citado em O Guarda mesmo. Aspen é aquele tipo de pessoa que se preocupa com o mundo inteiro, menos com ele, e isso é incrível (mesmo não sendo certo). Com o tempo, ele se permite pensar em si mesmo e acaba encontrando algo que, eu tenho certeza, ele não encontraria se não tivesse mudado seus hábitos egoístas com ele mesmo.

    A Rainha

    A Rainha Amberly foi uma das personagens que mais me cativou durante A Seleção. Ela sempre estava ao lado do rei e se mostrava muito segura de si, mas nunca chamava mais atenção do que necessário, o que me deixou meio confusa no começo mas depois foi algo que eu realmente admirei.
    Antes de começar a ler A Rainha, fiquei pensando sobre o que eu estava esperando da leitura. Não sabia se queria mais informações sobre Amberly ou sobre o próprio rei, que se mostrou um completo babaca do começo ao fim e que, com certeza, deveria ter algum motivo para ser assim. Não achei justo estar mais curiosa sobre o passado dele do que sobre o passado dela, mas foi mais ou menos assim que comecei a ler o conto.
    Acabou que nada foi explicado do jeito que eu estava esperando. Algumas pontas soltas da trilogia foram respondidas, mas faltou muita coisa, muita coisa mesmo.
    Acabei terminando a leitura com uma dúvida enorme sobre uma coisa que eu, obviamente, não posso falar (tem a ver com Maxon), e acho que ela não será respondida, o que me deixa meio chateada.
    Fora essas pequenas complicações, foi um bom conto. Amberly teve realmente uma vida muito dura e para, especialmente, A Seleção foi muito intensa, acho que mais do que com America. Talvez o seu maior problema tenha sido amar demais, já que seus sentimentos pelo príncipe já existiam muito antes de ela entrar na Seleção, mas ainda assim é romântico e bonito, e sua existência nos livros me deixou contente.

    A Favorita

    Como começar a falar de Marlee sem começar a chorar igual um bebê? Eu fiquei sem chão com o que aconteceu nos livros, e quando soube deste conto tive que me segurar para não começar justamente por ele (decidi deixar o melhor para o final, rs).
    Marlee é uma pessoa incrível que, por amor, perdeu tudo o que também era importante para ela. Ela abdicou de regalias que muitas dariam tudo para ter (incluindo Maxon, inclusive) para viver ao lado do seu verdadeiro amor.
    Nos livros, só sabemos que Marlee quer continuar no palácio mas que não ama Maxon, o que me deixou confusa. Fiquei achando que poderia ser um problema com dinheiro, como com America no primeiro livro, mas nunca, NUNCA, pensei que seria o que, de fato, foi.
    Seu castigo por seu crime (por amar), foi um momento em que eu quase abandonei os livros, de tão doloroso, mas foi ainda mais quando contato por ela mesma, e não por America. Tudo aquilo doeu em mim, e doeu mais ainda pensar que ela não poderia ter uma vida ao lado de seu amor, o que me fez odiar todo mundo por um tempo. Mas, Maxon sendo Maxon, fez com que tudo se resolvesse no final. Esse lindo.

    http://literarizei.blogspot.com.br/







Baixe seu e-book

Download

Livro de papel na Amazon
com um super desconto!

Quero

Comprou, ajudou. :)

Compre um livro e ajude o Orelha de Livro a continuar existindo. Como assim?

Olá querido usuário,
um minutinho da sua atenção.

O que você tem achado do Orelha de livro? Saiba que para nós, não existe nada mais importante do que um usuário feliz. Gostaríamos então de lhe fazer um pedido, mas antes disso, queremos explicar algumas coisas: O Orelha de Livro é um projeto sem fins lucrativos mantido pelo MuccaShop, mas que precisa de dinheiro para continuar ativo. São diversas despesas, como servidores, computadores, funcionários, entre outras coisas que ajudam a manter nosso site no ar. Ok, você deve estar se perguntando, como posso ajudar? Oras, é bem simples. Alguns sites pedem doações aos seus usuários, mas nós não curtimos muito essa ideia. Ao invés disso, decidimos criar uma ferramenta muito útil para quem adora livros: um comparador de preços (que aparece na página de detalhes do livro) e sugestões de livros (que você já deve ter visto pelo site). Assim, sempre que encontrar um livro do seu gosto, por um preço bom, basta clicar e realizar a sua compra no site da loja. Muito fácil, não? Dessa maneira, além de estar ajudando a manter o Orelha de livro ativo e ver crescer sua biblioteca, terá nossa gratidão eterna. :) Muito obrigado, e boa leitura!

Orelha de Livro